Pippa, a 'outra Middleton', vive o seu próprio sucesso

LONDRES - Enquanto Catherine desfruta da lua de mel com seu marido, o príncipe Willian, após o badalado casamento real, sua irmã Pippa desencadeou uma verdadeira febre midiática no mundo.

As duas irmãs eram vistas juntas em festas, onde quase pareciam gêmeas com seus cabelos castanhos e vestidos curtos. Mas no casamento real de 29 de abril, Pippa apareceu como a grande estrela para muitos dos dois bilhões de espectadores ao surgir com um vestido branco, confeccionado pela casa Alexander McQueen, que ressaltou seu belíssimo corpo.

O Twitter explodiu com elogios e mais de 200.000 usuários do Facebook aderiram ao grupo "Pippa Middleton Ass Appreciation Society" ("sociedade dos apreciadores do bumbum de Pippa Middleton").

Um vídeo feito com imagens do casamento e focado exclusivamente na parte de trás da moça já foi visto por mais de 550.000 pesoas no YouTube e um milionário do cinema pornô americano ofereceu a ela cinco milhões de dólares para protagonizar uma "cena explícita".

A jovem de 27 anos despertou ainda comentários por ter sido vista no casamento conversando com o príncipe Harry - irmão de Willian - o que suscitou uma animada fofoca se a outra Middleton poderia tornar-se a próxima noiva real.

Há anos Pippa é figura fácil no circuito social britânico. Em 2008, ela foi aclamada a solteira mais cobiçada do país pela revista Tatler. O resto do mundo, no entanto, só soube de sua existência há poucas semanas.

"Tudo isso aconteceu em decorrência do vestido de dama de honra. Ela estava simplesmente deslumbrante", elogiou Joe Sene, redator da agência de notícias especializada em celebridades Splash News. "Recebemos pedidos de fotos dela de clientes de todo o mundo", completou.

Para Sene, este interesse se deve ao fato de que Kate agora está casada e Pippa ser a única irmã Middleton disponível.

Ainda que Pipa namore com o ex-jogador de críquete Alex Loudon, ela está mais disponível que sua irmã, cuja entrada na feliz vida doméstica foi registrada na semana passada quando Kate foi fotografada em um supermercado.

Pippa aparece sempre sorrindo para as câmeras, muitas vezes com um malicioso brilho nos olhos que sua irmã não tem.

A moça parecia inicalmente gostar de tanta atenção, mas ela enfrentou o lado desagradável da exposição no último final de semana, quando um tabloide sensacionalista publicou fotos suas de topless durante férias com a família em 2006.

O episódio levou os Middleton a recorreram à Comissão de Queixas Contra a Imprensa (PCC), órgão que zela pelo cumprimento de um código de conduta dos jornais britânicos.

Também foram publicadas outras fotos comprometedoras, como uma em que ela aparece de sutiã dançando em uma festa e outra imagem da moça trajando um mini vestido feito de papel higiênico.

Um porta-voz do palácio real se negou a comentar as notícias sobre Pippa, afirmando que ela é "uma pessoa privada".

A questão agora é saber se ela se manterá distante de toda esta fama repentina ou se aproveitará o momento para ganhar dinheiro.

Formada em Filologia Inglesa pela Universidade de Edimburgo, Pippa atualmente trabalha três dias por semana na empresa londrina de catering Table Talk e dedica o resto do tempo a uma empresa familiar de artigos para festas, a Party Pieces. Os dois negócios devem ser beneficiados graças a sua nova "conexão real".

No entanto, Mark Borkowski, que já trabalhou como relações públicas de estrelas como Michael Jackson, avisa que a moça deve ter muito cuidado.

"A fama pode ser perigosa e de fato existem mais vítimas do que astros", alertou. "Administrar tanta fama e atenção mundial requer muita gente e muito dinheiro... Não dá para fazer isso sozinho", completou.