Iêmen: três pessoas morrem em protesto contra o presidente

SANAA - Três pessoas que protestavam contra o regime do Iêmen foram mortos nesta quinta-feira por partidários do presidente Ali Abdullah Saleh em Bayda, a 210 km ao sudeste de Sanaa, segundo testemunhas e a oposição.

De acordo com as testemunhas, "atiradores de elite, posicionados no telhado da sede do Congresso Geral Popular (CGP, que está no poder), dispararam contra os manifestantes que destruiam retratos do presidente Saleh" em Bayda.

Fontes da oposição confirmaram as informações e disseram que outros sete manifestantes foram feridos.

Agora já são 19 o número total de vítimas que protestavam contra o presidente do Iêmen no período de 24 horas.

A oposição fez um pedido à comunidade internacional nesta quinta-feira para que intervenham e "parem com a matança".