Mantega destaca questões cambiais na pauta de discussões da OMC

 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, considerou hoje (11) uma mudança importante o fato de a Organização Mundial do Comércio (OMC) ter acatado uma sugestão brasileira, incluindo em sua pauta de discussões as questões cambiais e seus efeitos no comércio entre os países.

Mantega destacou que as disputas comerciais têm ocorrido também na forma de disputa cambiais e que, por isso, o assunto deve ser incluído na agenda da organização. “Achamos que é a OMC que tem que colocar na agenda dela a influência da manipulação cambial na questão comercial", disse ele.

O ministro lembrou que já vinha alertando o presidente da OMC, Pascal Lamy, mas, agora, o tema ganhou importância depois que o embaixador brasileiro na organização conseguiu criar um grupo de discussão sobre a questão, que estava sendo desconsiderada. De acordo com Mantega, a expectativa agora é que o debate avance.

Ele afirmou ainda que a discussão sobre as guerras cambial e comercial pode ajudar o Brasil na luta contra o desequilíbrio entre o real e o dólar. “Vai ajudar porque a OMC vai considerar que, entre os subsídios que podem ser dados, e são vedados na competição internacional, existe um subsídio cambial que não é considerado, embora todos os países estejam cada vez mais preocupados com ele.”

O ministro Guido Mantega participou hoje, no Palácio do Planalto, da cerimônia de instalação da Câmara de Política de Gestão, Desempenho e Competitividade.