Líder iemenita da Al-Qaeda promete intesificar a guerra santa

DUBAI - O líder da Al-Qaeda na Península Arábica (AQPA), o iemenita Naser al-Wahishi, prometeu intensificar a jihad (guerra santa) após a morte de Osama Bin Laden, segundo uma mensagem monitorada pelo Centro de Vigilância de Sites Islamitas (SITE).

"Os americanos mataram o xeque, mas devem saber que as brasas da jihad se avivarão agora, mais do que durante sua vida", afirmou Al-Wahishi na mensagem.

"Não acreditem que o assunto terminou, o que virá será ainda pior, o que os espera será mais intenso", completou.

A AQPA foi criada em 2009 com a fusão dos braços iemenita e saudita da Al-Qaeda.