Dois manifestantes são mortos a tiros no Iêmen

Dois manifestantes foram mortos a tiros, nesta quarta-feira, em uma ação da polícia para dispersar uma manifestação da oposição contra o governo do Iêmen na cidade de Taez, ao sul de Sanaa.

As forças de segurança abriram fogo contra os manifestantes reunidos desde domingo na região. Duas pessoas morreram e cinco ficaram feridas.

A morte eleva a sete o número de manifestantes falecidos desde domingo em Taez, segunda cidade do Iêmen e foco do movimento de oposição ao presidente Ali Abdullah Saleh.

A repressão às manifestações contra Saleh já provocou 160 mortes desde o fim de janeiro em todo o país.