Vizinhos dizem que nunca viram Bin Laden no Paquistão

Em reportagem veiculada no Fantástico na noite deste domingo, os moradores de Abbuttabad, cidade escolhida por para se esconder, alegaram nunca terem visto terrorista número um da Al-Qaeda nas ruas, no comércio ou na mesquita local. Um senhor disse que viu um homem, por algumas vezes, tomando sol no terraço, mas não pode garantir que era Bin Laden.

Por medidas de segurança, ninguém anda nas ruas e estradas do Paquistão sem passar por barreiras policiais. São mais de 3 mil espalhadas pelo país. Para chegar a Abbuttabad, Bin Laden pode ter viajado de "ônibus", caminhões adaptados que trafegam carregando gente e mercadorias.

Osama bin Laden é morto no Paquistão

No final da noite de 1º de maio (madrugada do dia 2 no Brasil), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou a morte do terrorista Osama bin Laden. "A justiça foi feita", afirmou Obama num discurso histórico representando o ápice da chamada "guerra ao terror", iniciada em 2001 pelo seu predecessor, George W. Bush. Osama foi encontrado e morto em uma mansão na cidade paquistanesa de Abbottabad, próxima à capital Islamabad, após meses de investigação secreta dos Estados Unidos .

A morte de Bin Laden - o filho de uma milionária família que acabou por se tornar o principal ícone do terrorismo contemporâneo -, foi recebida com enorme entusiasmo nos Estados Unidos e massivamente saudada pela comunidade internacional. Três dias depois e ainda em meio resquícios de dúvidas sobre o fim de Bin Laden, a Casa Branca decidiu não divulgar as fotos do terrorista morto. Enquanto isso, Estados Unidos e Paquistão debatem entre si as responsabilidades e falhas na localização do líder da Al-Qaeda.