Equador: Correa se declara vencedor de referendo

QUITO - O presidente Rafael Correa declarou-se vencedor do referendo sobre reformas na justiça e regulação da imprensa votado neste sábado no Equador, após a divulgação dos resultados de uma pesquisa de boca de urna que apontam para uma vitória das propostas do governo.

"Hoje é dado um passo transcendental na paz, na democracia, para a pátria nova. Quem triunfou foi o povo equatoriano, a verdade", disse Correa em uma entrevista à rede de televisão GamaTV, baseado na pesquisa autorizada pelo tribunal eleitoral.

Segundo a pesquisa de boca de urna da empresa privada Santiago Pérez, nove das dez propostas do referendo receberam o apoio de três em cada cinco eleitores, com porcentagens que oscilam entre 61 e 64%.

A única pergunta que ainda não apresentou uma resposta consolidada foi a relacionada com a proibição dos "espetáculos que tenham como finalidade matar o animal", como as corridas de touros, já que foi votada por regiões.

O presidente socialista acrescentou que este resultado também é "um ato de confiança no presidente, é a fé no futuro, na nessecidade de mudar este país na democracia".