Afeganistão: dois mortos e 29 feridos em ataques em Kandahar

KANDAHAR, Afeganistão - Duas pessoas morreram e 29 ficaram feridas em uma série de ataques neste sábado contra prédios do governo em Kandahar, no sul do Afeganistão, reivindicados pelos talibãs, informou o governador da província.

Tooryalai Wesa indicou que as duas vítimas fatais morreram em meio a um intenso tiroteio.

Wesa explicou que, ao todo, ocorreram dez atentados, dos quais dois com carro-bomba e dois com pequenas carroças de tração humana, além de seis ataques suicidas.

Em um comunicado, o gabinete do presidente afegão Hamid Karzai afirmou que os ataques foram uma espécie de vingança dos extremistas após a eliminação de Osama bin Laden, morto no último domingo no Paquistão por um comando das forças armadas dos Estados Unidos.

"A Al-Qaeda e seus membros terroristas, que sofreram uma importante derrota com a eliminação de Osama bin Laden em território paquistanês, tentaram escondê-la matando civis em Kandahar e exercendo sua vingança contra o povo inocente do Afeganistão", destacou Karzai.

Yusuf Ahmadi, porta-voz dos talibãs, que assumiram a autoria dos ataques, declarou à AFP que estas ações foram planejadas há mais ou menos três semanas e fazem parte da ofensiva anual de primavera, anunciada na semana passada.

O porta-voz, entretanto não mencionou qualquer ligação dos atentados com a morte de Bin Laden.