Musharraf diz que inteligência paquistanesa foi incompetente

ISLAMABAD - O ex-presidente paquistanês Pervez Musharraf atribuiu à incompetência das agências de inteligência de seu país o fato de Osama bin Laden ter vivido por tantos anos no Paquistão sem ser localizado.

"Só podemos chegar a duas conclusões", afirmou Musharraf à Rádio Pública Nacional. "Uma é a cumplicidade de nossas agências de inteligência. A segunda é a incompetência, e eu creio firmemente nesta última". "Não posso imaginar que tenha havido cumplicidade", acrescentou.

Indagado se estava aborrecido por não saber que Bin Laden estava escondido no Paquistão durante sua presidência, Musharraf respondeu: "Francamente, sim".

"Foi terrível", declarou, acrescentando que gostaria de chegar para os oficiais da inteligência e perguntar: "como é que vocês não sabiam disso?"