Incêndio atinge basílica da Sagrada Família mas não deixa feridos

MADRI - Um incêndio foi registrado nesta terça-feira na basílica da Sagrada Família de Barcelona (Catalunha, nordeste da Espanha), obrigando os turistas que estavam no local a deixar o templo, mas sem provocar feridos.

"Houve mais fumaça que fogo, não foi tão grave como parecia a princípio", declarou um porta-voz da prefeitura.

Segundo a imprensa local, entre 3.000 e 4.000 pessoas foram retiradas da basílica.

O presidente da fundação da Sagrada Família, Joan Rigol, declarou ao canal TV3 que um homem, que chamou de "perturbado", foi detido como suposto autor do incêndio.

O templo da Sagrada Família, obra do arquiteto catalão Antonio Gaudí ainda inacabada, foi consagrado e habilitado para culto como "basílica menor" em 7 de novembro do ano passado pelo papa Bento XVI durante sua visita de dois dias à Espanha, com passagens por Santiago de Campostela e Barcelona.