Presidente de Paraguai descarta crise em gabinete ministerial

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, descartou nesta segunda-feira em Quito a possibilidade de uma crise em seu conselho de ministros, cujos membros ele ratificou durante uma visita oficial ao Equador.

"Eu soube aqui que a imprensa paraguaia publicou que haverá mudança de ministros (...) Por enquanto não pensei em trocar ministros, os dez podem ficar tranquilos lá no Paraguai", manifestou Lugo em uma coletiva de imprensa junto ao presidente equatoriano, Rafael Correa.

Ele acrescentou que "a partir do Equador dou a tranquilidade aos dez ministros do Poder Executivo, (devem) ficar com serenidade, com tranquilidade, e espero contar com eles no trabalho que estão fazendo".

Correa recebeu Lugo para dialogar sobre o estado da integração bilateral e regional no âmbito da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), informou uma fonte da chancelaria.

Os dois presidentes se reuniram no Palácio de Carondelet, sede do governo equatoriano, como ocasião da visita de Lugo, que chegou no sábado e permanecerá no país até terça-feira.