Polícia israelense em estado de alerta por causa da Páscoa judaica

JERUSALÉM - A polícia israelense entrou em estado de alerta nesta segunda-feira contra eventuais atentados palestinos durante as comemorações do Pessach, a Páscoa judaica, informou uma fonte policial.

"Milhares de policiais foram mobilizados em todo o país, em particular no setor de Jerusalém", indicou o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld.

A vigilância das sinagogas, dos mercados, das estações, dos centros comerciais e dos parques nacionais para onde vão os visitantes durante a semana foi reforçada.

A polícia também reforçou seu efetivo na Cidade Velha de Jerusalém, na parte oriental, "para proteger os peregrinos que vierem para a Páscoa cristã", explicou.

Mais de 10.000 católicos participaram ontem da tradicional procissão para celebrar o Domingo de Ramos, que parte do Monte das Oliveiras.

A fronteira com a Cisjordânia também ficará fechada entre os dias 17 e 26 de abril.