Argentina tem doze intoxicados após explosão de tanque com dióxido de enxofre

BUENOS AIRES - Doze pessoas foram hospitalizadas por intoxicação, neste domingo, após a explosão de um tanque contendo dióxido de enxofre, ocorrida na cidade de Maipú, na província argentina de Mendoza (oeste), informou a polícia.

A explosão, que ocorreu em uma fábrica de químicos no departamento de Maipú Mendoza, no noroeste da província, criou uma nuvem tóxica que provocou irritação nos olhos e nariz das pessoas, doze das quais precisaram ser hospitalizadas.

"A explosão foi grande, o tanque, que continha cerca de 1.600 metros cúbicos da substância, se moveu para cerca de oito metros de onde estava e tem uma rachadura de 60 centímetros", disse o ministro da Segurança de Mendoza, Carlos Aranda, após uma inspeção na fábrica onde ocorreu o incidente.

Aranda afirmou que "a situação está absolutamente sob controle" e explicou que, de acordo com as primeiras perícias, a explosão ocorreu "pela acumulação de gases em seu interior, o que fez com que as válvulas de segurança saltassem".

De forma preventiva, as autoridades decidiram evacuar as casas que rodeiam o prédio da fábrica, localizada em uma zona remota da cidade.