Grupo separatista ETA nega fragilidade

M ADRI - A organização separatista basca armada ETA confirmou seu compromiso de superar a violência, em um comunicado publicado neste sábado pelo jornal basco Gara.

"O ETA facilita a oportunidade de dar uma solução democrática definitiva ao conflicto político, mostrando um compromisso claro de superar o confronto armado", indica o texto publicado no Gara, canal habitual de comunicação do grupo armado.

Em 10 de janeiro passado, o ETA anunciou um cessar-fogo permanente e verificável pela comunidade internacional, depois de mais de 40 anos de luta armada, mas o presidente do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, rejeitou a oferta, da msma forma que várias forças políticas, considerando-o insuficiente.

Mas a organização separatista negou que isso seja um sinal de fragilidade em relação a sua postura.