Governo espanhol tenta localizar fotógrafo desaparecido na Líbia

O governo espanhol tenta localizar o fotógrafo Manu Brabo, desaparecido na Líbia, e que pode estar em mãos das forças do regime de Muamar Kadhafi, informaram o ministério de Assuntos Exteriores e a rádio espanhola RNE.

A rádio cita a organização de direitos humanos Human Rights Watch (HRW).

Manu Bravo, pseudônimo de Manuel Varela, de 29 anos, é fotógrafo 'freelance' e trabalhava na Líbia para a agência europeia EPA e o jornal basco Gara.