Itália reconhece conselho opositor líbio como único interlocutor legítimo

ROMA - A Itália reconhece o opositor Conselho Nacional de Transição (CNT) líbio como "único interlocutor legítimo" e considera que as propostas de saída da crise do regime de Kadafi "não são confiáveis", afirmou nesta segunda-feira o ministro das Relações Exteriores italiano, Franco Frattini.

"A Itália decidiu reconhecer o Conselho", declarou Frattini após um encontro com um enviado do CNT, Ali Al Issawi.

"O regime de Trípoli está enviando pessoas à Grécia para fazer propostas. Estas propostas não são confiáveis. Não é possível aceitá-las", disse Frattini em referência a uma visita no domingo de um enviado do regime a Atenas.