Dissidente vietnamita é condenado a 7 anos de prisão

HANÓI - O dissidente Cu Huy Ha Vu, filho de um aliado do líder revolucionário Ho Chi Minh, foi condenado nesta segunda-feira em Hanói a sete anos de prisão por "propaganda contra o Estado", ao fim de um processo sumário.

Cu Huy Ha Vu, de 53 anos, doutor em Direito formado na França, podia ser condenado a 12 anos de prisão por declarações, à imprensa estrangeira, favoráveis ao multipartidarismo.

"O comportamento de Cu Huy Ha Vu é prejudicial para a sociedade. Seus textos e entrevistas afetam direta ou indiretamente o Partido Comunista do Vietnã", declarou Nguyen Huu Chinh, presidente da corte, ao divulgar o veredicto após um processo de apenas um dia.

O dissidente foi acusado de difamar o governo e caluniar o Partido Comunista, depois de ter afirmado que este servia apenas aos interesses de um pequeno grupo.

Vu é um dos filhos de Cu Huy Can, um famoso poeta e membro do primeiro governo revolucionário provisório instaurado em 1945 por Ho Chi Minh, o fundador do Partido Comunista Vietnamita e do Vietnã moderno.