Patriota se reúne com Piñera para falar de comércio

O chanceler brasileiro, Antonio Patriota, se reuniu nesta sexta-feira com o presidente do Chile, Sebastián Piñera, para falar fundamentalmente de comércio e investimentos recíprocos, afirmou o chanceler chileno Alfredo Moreno depois da reunião.

"Na questão comercial e de investimentos, tivemos uma agenda muito importante", assinalou Moreno, depois de destacar que o Chile é o segundo sócio comercial do Brasil na América Latina e o segundo destino dos investimentos chilenos.

"O Chile é uma fonte de investimentos importante para o Brasil", assinalou, por sua vez, Patriota, depois do fim da reunião no palácio presidencial de La Moneda.

O diplomata disse que também expressou a Piñera o desejo de seu país de gerar uma "nova cooperação em temas científicos e tecnológicos com o Chile".

Em 2010, o Chile exportou para o Brasil 4,192 bilhões de dólares, o que significou um aumento de 61% em relaçõ ao ano anterior, e importou desse mercado 4,632 bilhões, segundo dados oficiais.