Discurso de Assad não menciona reformas pedidas pelos sírios

O discurso do presidente sírio, Bashar al-Assad, desta quarta-feira, não teve substância e ele não mencionou as reformas que pede seu povo, assinalou o porta-voz da diplomacia americana, Mark Toner.

No pronunciamento desta quarta-feira, Al-Assad não anunciou o levantamento do estado de emergência, medida sumamente simbólica que só ele pode decidir, e afirmou que a Síria enfrenta uma "conspiração".