Cuba: encontro de dois "velhos amigos" Jimmy Carter e Fidel Castro

Os ex-presidentes americano Jimmy Carter e o cubano Fidel Castro encontraram-se nesta quarta-feira em Havana "como velhos amigos", anunciou o próprio Jimmy Carter, pouco antes de deixar Cuba ao final de uma visita "privada" de três dias.

"Mais do que ter reencontrado o presidente Raul Castro, pude ver pela manhã Fidel Castro, que me parece bem de saúde e nos revimos como dois velhos amigos", explicou Jimmy Carter durante uma entrevista à imprensa.

Fidel Castro, 84 anos, acolheu Jimmy Carter, 86 anos, durante sua primeira visita a Cuba em 2002. O pai da Revolução cubana cedeu depois o poder, em 2006, a seu irmão Raul por motivos de saúde.

Durante sua permanência em Havana, o prêmio Nobel da paz 2002 também conversou com um grupo de opositores e dissidentes, e com dirigentes religiosos judeus e católicos.

Também visitou na prisão o americano Alan Gross, que trabalhava para uma firma terceirizada do Departamento de Estado americano, condenado no início de março a 15 anos de prisão por atentar contra a segurança de Estado cubana.