Chanceler de Kadafi renuncia ao chegar a Londres

O ministro líbio das Relações Exteriores, Mussa Kussa, anunciou sua demissão nesta quarta-feira, logo após chegar a Londres, informou o Foreign Office.

"Podemos confirmar que Mussa Kussa chegou ao aeroporto de Farnborough em 30 de março procedente de Túnis. Viajou por conta própria e nos disse que renunciou a suas funções" no governo de Muammar Kadafi, revelou o Foreign Office.

Chefe dos serviços de inteligência entre 1994 e 2009, Mussa Kussa, 59 anos, era uma importante figura do Comitê Revolucionário, espinha dorsal do regime líbio, e homem de confiança do coronel Muammar Kadafi.

Mussa Kussa ficou conhecido internacionalmente por seu papel na indenização das famílias das vítimas dos atentados de Lockerbie (1988, 270 mortos) e do DC-10 da UTA (1989, 170 mortos), o que permitiu a retomada das relações de Trípoli com o Ocidente.