Acnur suspende operações no oeste da Costa do Marfim

GENEBRA - O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) anunciou nesta sexta-feira a suspensão das operações no oeste da Costa do Marfim em consequência da situação de insegurança na região.

Melissa Fleming, porta-voz do Acnur, destacou que 70 mil pessoas fugiram da região oeste e que a agência planejava construir um campo para os refugiados.

"Mas nós tivemos que suspender a construção", declarou. "E não estamos mais operando na região, infelizmente, em consequência da insegurança e da violência", completou.