Sobe para nove o número de mortos em atentado no Paquistão

ISLAMABAD - Um atentado suicida com carro-bomba matou nove pessoas e deixou 31 feridos nesta quinta-feira no noroeste do Paquistão, uma região abalada por uma onda de ataques dos talibãs aliados da Al-Qaeda.

"O terrorista detonou o carro quando uma viatura da polícia se aproximou do veículo para um controle de segurança na cidade de Hangu", declarou à AFP o policial Abdul Rasheed.

"Nove pessoas, incluindo três policiais, morreram e 31 ficaram feridas no ataque, cujo alvo era a polícia. Entre os feridos há 12 mulheres e quatro crianças", completou.

O primeiro-ministro Yusuf Raza Gilani condenou o atentado, que chamou de "ato desumano".