Suprema Corte dos EUA autoriza manifestação de grupo anti-gays

WASHINGTON - A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu nesta quarta-feira em favor de um pequeno grupo religioso radical que organizou uma manifestação anti-gay durante o enterro de um militar, reafirmando o direito à liberdade de expressão, um princípio sacrossanto do direito americano.

O tribunal beneficiou assim a Igreja Batista de Westboro Baptist Church, que foi processada pelo pai do falecido soldado, cujo enterro foi motivo de protestos por parte de membros da igreja localizada no Kansas.