Karzai pede à Otan fim das mortes de civis no Afeganistão

CABUL - O presidente afegão, Hamid Karzai, pediu nesta quarta-feira à Otan que pare de provocar "mortes diárias" de civis, já que, caso isto não aconteça, as tropas da aliança no Afeganistão terão "sérios problemas".


Antes da divulgação do comunicado presidencial, a polícia anunciou que nove crianças morreram na terça-feira na província de Kunar (leste).

"Ressalto mais uma vez que a Otan deve concentrar-se nas bases e refúgios terroristas. Caso contrário, as mortes diárias de civis inocentes provocarão sérios problemas", adverte o texto.