Petrobras retira funcionários da Líbia

Empresa informa que todos passam bem

RIO - A Petrobras informou que retirou, na manhã desta quinta-feira, seus funcionários brasileiros e familiares de Trípoli, capital da Líbia. Todos passam bem, segundo a companhia.

Também esta manhã chegou a São Paulo um grupo de brasileiros que estavam na Líbia. Eles desembarcaram no Aeroporto de Cumbica em um voo da companhia aérea TAP, vindo de Lisboa. Nenhum deles quis falar com a imprensa. O grupo foi retirado da Líbia com ajuda do governo português.

Por outro lado, quase 30 mil tunisianos e egípcios fugiram da Líbia desde segunda-feira, informou nesta quinta-feira a Organização Internacional para as Migrações (OIM), que prevê a necessidade de assistência para dezenas de milhares de pessoas nas fronteiras.

"As chegadas aumentam todos os dias. Estamos com o número de mais de 30 mil pessoas desde segunda-feira", declarou à AFP o porta-voz da OIM, Jean-Philippe Chauzy. Segundo ele são basicamente tunisianos e egípcios.

"Podemos esperar novas chegadas, da ordem de dezenas de milhares de pessoas. Dependerá da situação na Líbia", completou.