Exército iraquiano prende o homem que jogou os sapatos em Bush

BAGDÁ - O jornalista Muntazer al Zaidi, famoso por ter jogado os sapatos no então presidente americano George W. Bush, em 14 de dezembro de 2008, em Bagdá, foi detido nesta quinta-feira por soldados iraquianos antes de dar uma coletiva de imprensa na qual pretendia convocar uma manifestação para esta sexta-feira.

Muntazer al Zaidi convocou a imprensa diante da mesquita sunita Abu Hanifa de Azamiya, norte de Bagdá, para anunciar - segundo seu irmão, Durgham - que havia voltado de Beirute, onde se encontrava, para participar nesta sexta-feira na capital iraquiana de uma importante manifestação de protesto pela falta de serviços básicos e contra a corrupção.

O jornalista da AFP que se encontrava no local presenciou quando um coronel do exército o prendeu. Al Zaidi ainda tentou evitar a detenção, exigindo ver uma ordem de prisão por escrito, mas acabou seguindo com os militares.

Condenado a um ano de prisão por agredir um chefe de Estado em visita oficial, Al Zaidi, considerado um herói por muita gente no mundo árabe, foi libertado ao final de nove meses por boa conduta. Mas, temendo por sua segurança, foi morar no Líbano.