Palestinos lançam coquetéis molotov em bairro árabe de Jerusalém Oriental

JERUSLAÉM - Manifestantes palestinos lançaram coquetéis molotov contra a polícia israelense na noite desta quarta-feira no bairro árabe de Silwan, em Jerusalém oriental (anexado por Israel), onde a tensão é constante há meses, informou uma fonte policial.

"Lançaram coquetéis molotov, pelo menos cinco ou seis, talvez mais. A polícia está buscando os culpados no bairro", disse à AFP o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld. Os incidentes não deixaram feridos.

A situação é explosiva em Silwan devido à convivência com os colonos judeus que se instalaram em algumas casas, protegidos por um dispositivo de segurança que a população palestina considera asfixiante.

A situação começou a agravar-se no ano passado, quando o município israelense de Jerusalém revelou um projeto de parque temático bíblico. O plano, denominado "Jardim do Rei", previa a destruição de dezenas de casas palestinas neste bairro colado à muralha da cidade velha, um número que depois foi reduzido para cerca de vinte casas.

Neste clima, adolescentes e jovens palestinos se enfrentam com frequência com colonos judeus, assim como com a polícia e com os guardas de fronteira israelenses.