Netanyahu: todo o poder egípcio deve respeitar a paz com Israel

Israel pediu nesta terça-feira à comunidade internacional que "exija" de todo o poder egípcio o respeito ao tratado de paz com o Estado hebreu, segundo comunicado do escritório do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

A nota lembra que "é do interesse de Israel preservar a paz com o Egito".

Os dois países assinaram em 1979 um acordo de paz, em troca da retirada, realizada em 1982, de todas as tropas dos territórios egípcios conquistados pelo exército israelense durante a guerra de junho de 1967.

Embora esta paz tenha sempre sido considerada como "fria", limitando-se a relações diplomáticas, ela resistiu a duas guerras no Líbano (1982 e 2006), a duas intifadas (revoltas) palestinas (de 1987 e 2000) e ao bloqueio do processo de paz entre Israel e os palestinos.