República Dominicana registra primeira morte por cólera

O Ministério da Saúde da República Dominicana confirmou este domingo a primeira morte por cólera no país, noticiou a imprensa local, segundo a qual o falecido originou-se do Haiti, país castigado pela doença, e morava na cidade dominicana de Higüey (centro).

No texto, publicado pela imprensa, o Ministério explicou que os resultados de um "exame feito no cadáver do haitiano que morreu na quinta-feira em Higüey são compatíveis com a cólera, razão pela qual se associa sua morte à doença".

"Através da autópsia no intestino de Renauld François, de 53 anos, se encontrou abundante matéria fecal líquida esbranquecida, compatível com a doença", detalhou o comunicado, que também assegurou que já estão em andamento as ações de vigilância e controle epidemiológico na região onde vivia o falecido.

Até o começo de janeiro, a República Dominicana havia registrado 152 casos de cólera, uma doença que passou para este país procedente do vizinho Haiti, onde já matou quase 4.000 pessoas.