Lugo viaja ao Brasil para tratamento contra o câncer

O presidente paraguaio, Fernando Lugo, viajou neste domingo a São Paulo, onde permanecerá por cinco dias e será internado no hospital Sírio-Libanês para dar prosseguimento ao tratamento contra o câncer.

"O presidente vai tirar férias e de passagem terá aplicada a primeira dose de um medicamento como parte do tratamento contra o câncer linfático", informa um comunicado oficial.

Lugo deve retornar a Assunção no dia 27 de janeiro. "Eu não pensava em tirar férias, mas tomei a decisão a pedido dos jornalistas, a pedido de vocês, que também querem descansar", disse o chefe de Estado antes da viagem.

O presidente paraguaio afirmou que pretende aproveitar as férias para "ler, ouvir música, ficar longe do barulho, conversar com amigos religiosos e rezar". Também disse que está "muito melhor" desde o fim das sessões de quimioterapia do último semestre.

Segundo fontes oficiais, o presidente paraguaio deve receber na próxima quarta-feira a primeira das 12 doses de Rituximab, um medicamento aplicado em todo paciente com linfoma folicular estágio 3 e 4.

A cada dois meses, Lugo deve repetir a dose durante dois anos. Lugo não tem agenda oficial para o Brasil, mas existem especulações sobre um encontro com o teólogo e filósofo Leonardo Boff.

Fontes do governo descartaram uma reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que deve visitar o Paraguai em março.