Hu pede aos EUA que não se intrometam em assuntos sobre Taiwan e Tibete

O presidente chinês, Hu Jintao, fez um apelo nesta quinta-feira aos Estados Unidos, pedindo que o país respeite a soberania reivindicada por Pequim sobre o Tibete e Taiwan e advertindo sobre os riscos de "tensões" entre as duas potências do Pacífico.

"A história de nossas relações nos mostra que estas terão um desenvolvimento regular e sem enfrentamentos, enquanto ambos os países saibam como manejar os assuntos nos quais o outro tem interesses maiores", declarou Hu durante um discurso em Washington.

"Sem isso, nossas relações terão problemas constantemente - ou seja, haverá tensões", afirmou.

"Os assuntos relacionados a Taiwan e ao Tibete dizem respeito à soberania e à integridade territorial da China, e representam o centro dos interesses chineses", destacou.