Chuvas e degelo mantêm inundações na Alemanha

Algumas cidades alemãs estavam inundadas esta segunda-feira, devido ao degelo da neve acumulada há semanas no país e às chuvas intensas, e as autoridades advertiam para a possibilidade de que a situação se agrave.

Em Coblenz (oeste), na confluência dos rios Reno e Mosela, os moradores da cidade só conseguem chegar em casa usando pontes e, em alguns casos, passarelas instaladas ao longo dos edifícios para entrar no primeiro andar pelas janelas.

Segundo as autoridades, a água subirá até 7,55 metros esta segunda-feira, ou seja, três vezes o nível normal.

Em Colônia, onde as margens do Reno estavam inundadas desde o fim de semana, o nível aumentava 2 centímetros por hora e um nível de 9 metros é esperado para a manhã desta terça-feira. Em Düsseldorf, o nível das águas deve chegar a 8,50 metros.

A situação melhorava, no entanto, em Renânia-Palatinado, na fronteira com a França, bem como em Trier e Cochem (oeste), ao longo do Mosela, mas a situação continua tensa em parte do leste do país, como na Saxônia-Anhalt e no sul de Brandeburgo, região ao redor de Berlim, onde as autoridades vigiavam a subida das águas.

Os serviços de meteorologia preveem chuvas e mais neve para terça e quarta-feira em algumas regiões da Alemanha.