França prende supostos assassinos de guarda espanhol

MARSELHA - Os dois homens apontados como os responsáveis pelo homicídio de um guarda civil espanhol, morto durante uma operação, em outubro, na região de Granada (sul da Espanha), foram detidos nesta quinta-feira em Cannes (sul da França) em uma operação de combate ao narcotráfico.

Dez pessoas foram detidas nas regiões de Cannes e Paris, incluindo os dois suspeitos da morte do guarda David Lapa Ruiz em 31 de outubro.

O veículo, de placa francesa, que atropelou o guarda, foi encontrado pouco depois do crime com 200 quilos de haxixe.