Polícia prende 14 em escândalo de doping na Espanha

A polícia espanhola deteve 14 pessoas nesta quinta-feira, incluindo a atleta Marta Domínguez, campeã mundial dos 3 mil metros com obstáculos, em uma vasta operação contra o doping.

Domínguez, campeã mundial dos 3 mil metros com obstáculos em 2009 e medalha de prata nos 5 mil metros nos Mundiais de 2001 e 2003, foi presa na cidade de Palencia (norte), e depôs durante algumas horas antes de ser libertada.

Segundo a imprensa, a polícia encontrou medicamentos e documentos na casa de Domínguez que incriminam a atleta no tráfico de substâncias proibidas e na lavagem de dinheiro.

Além de Domínguez, a chamada operação "Galgo" deteve outras 13 pessoas, em diversas cidades da Espanha, incluindo "médicos, farmacêuticos, treinadores, empresários e atletas de elite", informou o ministério do Interior.

As prisões ocorreram nas cidades de Madri, Las Palmas, Alicante, Segovia e Palencia.

Entre os detidos estariam César Pérez, técnico de Marta Domínguez, e Manuel Pascua Piqueras, um dos treinadores mais premiados do atletismo espanhol.

O esquema utilizava "EPO, anabolizantes e até transfusões de sangue reciclado do próprio atleta" como doping.