Nevasca bloqueia milhares de pessoas na França

PARIS - Milhares de pessoas ficaram bloqueadas na noite desta quarta-feira em aeroportos, estradas e escritórios na região de Ile de France, nos arredores de Paris, devido à neve que caiu durante o dia. Ao menos 3 mil pessoas foram alojadas em centros de emergência em Ile de France, essencialmente nos departamentos em torno da capital, onde a neve impede o trânsito. Aproximadamente 2,5 mil caminhões estão bloqueados na região de Paris nos acostamentos das estradas.

A nevasca paralisou durante várias horas o tráfego aéreo no aeroporto de Roissy-Charles de Gaulle, e a circulação de ônibus na capital e seus arredores. O tráfego aéreo foi retomado no início da noite, mas milhares de passageiros permanecem bloqueados no Roissy-Charles de Gaulle. "Aumentamos a frequência dos voos e fazemos o máximo para levantar todos os aviões, mas a neve impede a chegada de várias tripulações ao aeroporto", disse um porta-voz da Air France.

No aeroporto de Orly, no sul da capital, havia um atraso de duas horas nos voos, após a pista ser fechada por 30 minutos. A circulação de ônibus foi suspensa nas 360 linhas que cobrem a capital francesa e a região da Ile de France, anunciou a RATP, empresa de transportes públicos. Além disso, as autoridades proibiram a circulação de caminhões na região para evitar acidentes, e recomendaram aos motoristas que evitem sair de casa - ou, em caso de absoluta necessidade, que o façam "com extrema atenção".

Segundo o serviço meteorológico, Paris registrou 11 cm de neve, algo que não ocorria desde 1987. O ministro do Interior, Brice Hortefeux, anunciou a mobilização de 5 mil policiais para evitar que pessoas bloqueadas dormissem em seus veículos.

A Torre Eiffel foi fechada ao público no final da manhã desta quarta-feira, anunciou a Sociedade de Exploração do monumento (SETE). "Apenas o primeiro andar estava aberto devido à tempestade de neve. Mas desde o fim da manhã foi fechada completamente".