EUA: corpo de menino desaparecido no Alabama é encontrado

O corpo do menino Jonathan Chase DeBlase, 3 anos, desaparecido desde março, foi encontrado nesta quarta-feira em VanCleave, no Estado americano do Mississippi, afirma o xerife do condado de Jackson, Mike Byrd, segundo informações da CNN .

O pai do menino, John DeBlase, forneceu informações à polícia que levaram aos restos mortais do menino. A irmã de Jonathan Chase, Natalie, 5 anos, ainda está desaparecida. Ela foi vista pela última vez em junho.

A busca pelas crianças desaparecidas no Estado americano do Alabama começou há algumas semanas, mas a polícia acredita que Jonathan Chase foi assassinado em março, data em que ele foi visto pela última vez.

Os principais suspeitos pelo desaparecimento de Chase, 3 anos, e Natalie, 5 anos, são o pai e a madrasta, que contam versões diferentes para a história.

Cada um culpa o outro pela morte das crianças. O pai, John DeBlase, contou à polícia que enterrou Chase em março na região rural do Mississipi e Natalie em junho nas florestas do Alabama. Ele alega que quem assassinou as crianças foi a madrasta, Heather Leavell-Keaton, que está presa em Louisville, no Estado americano do Kentucky, sob acusação de abuso de crianças. Já a madrasta afirma que John DeBlase envenenou as crianças.

Vizinhos relatam que as crianças sofriam violência e não recebiam os cuidados médicos apropriados.

DeBlase, 27 anos, permanece detido sob fiança de US$ 206 mil sob acusações de abuso infantil e ocultamento de cadáver. Sua audiência está marcada para esta quarta-feira. Nenhum dos dois suspeitos ainda foi acusado de matar as crianças.