Obama diz que afegãos não ficarão sozinhos após transferência de segurança

LISBOA - O presidente americano, Barack Obama, prometeu nesta sexta-feira, em um artigo publicado antes da abertura da reunião de cúpula da Otan, em Lisboa, que os afegãos não ficarão sozinhos após a transferência das tarefas de segurança, prevista para 2014, atualmente sob o comando das tropas estrangeiras.

"Finalmente temos a estratégia e os recursos para combater eficazmente os talibãs, treinar mais as forças de segurança afegãs e ajudar a população", escreveu Obama em um artigo publicado no jornal português Publico.

"Na reunião de Lisboa vamos harmonizar nossa política de forma que possamos iniciar a transição (...) no início do próximo ano e adotar a meta do presidente Hamid Karzai, de que as forças de segurança afegãs assumam o controle da segurança no Afeganistão no fim de 2014", completa.

Apesar da redução de tropas começar em julho do próximo ano, Obama fez questão de explicar que quando "os afegãos assumirem o controle, não ficarão sozinhos".

Os líderes da Otan se reúnem a partir desta sexta-feira em Lisboa para um encontro de cúpula de dois dias no qual pretendem adotar principalmente uma estratégia de saída progressiva do Afeganistão, país que tem 140 mil soldados estrangeiros mobilizados atualmente.