Governo uruguaio diz que Dilma visitará obras ferroviárias no país

MONTEVIDÉU - O governo do Uruguai declarou que a presidente eleita do Brasil, Dilma Roussef, e o mandatário José Mujica planejam inaugurar, na segunda metade de 2011, obras ferroviárias para conectar o Rio Grande do Sul (RS) a Montevidéu. A informação foi dada pelo ministro do Transporte e das Obras Públicas do Uruguai, Enrique Pintado, e pelo subsecretário da pasta, Pablo Genta.

"A nova presidente eleita, Dilma Rousseff, teria a intenção de que esta obra de infraestrutura seja acelerada, assim como de visitar, nos próximos meses, as obras tanto do lado uruguaio quanto do brasileiro", assinalou Pintado.

Dilma será, a partir de 1º de janeiro de 2011, a primeira mulher a presidir o Brasil, país que é hoje o principal parceiro comercial do Uruguai.

Mujica já expressou, em diversas vezes, a vontade política de seu governo em manter e aprofundar a aliança comercial e diplomática entre as duas nações. O mandatário também já manifestou seu apoio ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva, que disse ter realizado uma "fantástica revolução, que não incomodou os fundamentos da sociedade de mercado".