União Européia indaga se show de Elton John na Itália foi pago com fundos europeus

As autoridades da União Europeia (UE) estão investigando um possível caso de desvio de verba, após uma região do sul da Itália gastar 720 mil euros em dinheiro (quase um milhão de dólares) em um show do cantor britânico Elton John.

"Estamos analisando, perguntando às autoridades locais por que e como esse dinheiro foi gasto", explicou à o porta-voz da UE, Ton Van Lierop.

Segundo o porta-voz, o dinheiro fazia parte de um lote de 2,25 milhões de euros (quase 3,1 milhões de dólares) de fundos regionais destinados a um projeto cultural na região italiana de Campania.

Até o momento não se sabe se o astro britânico cobrou pelo show e qual foi o valor, segundo Van Lierop.

Segundo as leis europeias, autoridades regionais podem utilizar diretamente fundos europeus caso o montante seja inferior a 50 mil euros (cerca de 69 mil dólares), "podendo decidir como gastam o dinheiro se não ultrapassar o limite", disse o porta-voz.

Entretanto, os programas financiados pela UE estão sujeitos a auditorias e "em caso de problemas pode-se pedir às autoridades o reembolso" deste montante ou deduzi-lo de ajudas futuras.

O show de Elton John fazia parte do festival Piedigrotta, realizado em Nápoles (sul da Itália) em setembro de 2009.

O caso veio à tona após o eurodeputado Mario Borghezio, do partido populista italiano Liga Norte, denunciar o "vergonhoso" desvio de verbas europeias por parte das autoridades da região de Campania.

Van Lierop explicou que nos últimos sete anos foram financiados mais de dois milhões de projetos, destinados às regiões mais pobres da Europa.