Cai número de nascimento na Alemanha a um nível historicamente baixo

BERLIM - O número de nascimentos na Alemanha caiu em 2009 a um nível historicamente baixo, com 665.126 nascidos - 17.388 a menos que em 2008 -, segundo cifras publicadas pelo Departamento de Estatísrtica, o Destatis.

Esta baixa obedece a um retrocesso do número de mulheres em idade de procriar (de 15 a 49 anos), explica o Destatis. Dessa forma, na principal economia da zona euro houve metade de nascimentos que em 1964.

Em média, uma mulher tinha 1,36 filhos na Alemanha, em 2009, contra 1,38 em 2008, segundo a mesma fonte.

A Alemanha tem uma das taxas de natalidade mais baixas da Europa, o que se explica pelas dificuldades de conciliar emprego e família. O governo alemão prometeu criar milhares de creches para as mulheres que tiverem filhos.