Rússia expressa preocupação com construção de novas colônias em Jerusalém Oriental

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia expressou sua "preocupação" com o projeto de Israel que prevê a construção de novas moradias judias na região de maioria árabe de Jerusalém.

"Consideramos necessário que a parte israelense abstenha-se das obras anunciadas (...), o que permitiria a continuação das negociações Israel-Palestina", segundo o comunicado.

"Este diálogo é a única solução para se chegar a um acordo político justo e global no Oriente Médio", informou, acrescentando que a Rússia iria participar de "maneira ativa" do processo.

Israel aprovou na segunda-feira a construção de 1.300 moradias judias em Jerusalém Oriental. Esta decisão causou uma "profunda decepção" nos Estados Unidos, onde está atualmente o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, e foi criticada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e pela União Europeia.