Chávez amplia cooperação com Cuba em apoio a reformas de Raúl Castro

HAVANA - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, principal aliado de Cuba, relançou em Havana um convênio de cooperação para os próximos 10 anos em apoio às reformas econômicas de Raúl Castro, após uma década de uma estreita relação bilateral.

"Concordamos em relançar o Convênio Integral de Cooperação até 2020, para o que será uma década de grandes avanços na construção do socialismo", disse Chávez em uma cerimônia no Palácio das Convenções de Havana.

Durante o evento, Raúl Castro convocou o VI Congresso do Partido Comunista para abril de 2011, o primeiro em 13 anos, para atualizar o modelo econômico da ilha.

O convênio foi assinado em outubro de 2000 em Caracas por Chávez e pelo líder comunista Fidel Castro, com quem o presidente venezuelano se reuniu no sábado.

Chávez e Raúl Castro abordaram novas estratégias de cooperação e fizeram um balanço do convênio, considerado por ambos um modelo único de integração. A Venezuela é o principal sócio comercial de Cuba, com um comércio anual de 3,5 bilhões de dólares.