Ex-candidata a vice se diz pronta para disputar a Presidência dos EUA

 

A ex-candidata republicana a vice-presidente dos Estados Unidos, Sarah Palin, disse estar pronta para se lançar candidata à Presidência em 2012 "se não houver ninguém mais disposto a fazê-lo", segundo o programa de TV Entertainment Tonight, que expôs uma entrevista concedida pela favorita do Tea Party.

Palin declarou ao programa da CBS, que sua candidatura também dependeria da decisão de se "fazer escolhas difíceis sem se importar com as críticas".

Esta decisão "exigirá uma discussão com a minha família (e) uma boa análise da situação para avaliar se há aqueles com este senso comum, conservador, de motivação pró-Constituição", afirmou.

"Se não houver ninguém mais, então é claro que eu acho que devemos fazê-lo", disse na entrevista, concedida de sua casa, em Wasilla, Alasca.

Palin emergiu depois da derrota nas eleições de 2008, sustentada pelo Tea Party, um movimento populista de extrema-direita, motivado pela oposição aos impostos, à elevação do gasto público e à reforma migratória.

Ela também é a estrela da série de televisão "O Alasca de Sarah Palin", que será exibida nos Estados Unidos na rede de TV a cabo TLC.