Morre soberano que governou emirado por mais de 60 anos

     DUBAI - O soberano do pequeno mas estratégico emirado de Ras al-Khaima, um dos sete membros da Federação dos Emirados Árabes Unidos, morreu nesta quarta-feira aos 92 anos, o que abre uma guerra de sucessão entre seus dois filhos.

O xeque Saqr bin Mohammed al-Qassimi, no poder desde 1948, morreu durante a madrugada, anunciou a agência oficial dos Emirados, WAM. Um luto oficial de uma semana foi decretado

Nos últimos meses, os dois filhos do soberano lutam pelo poder, o príncipe herdeiro, xeque Saud bin Saqr, e seu irmão, xeque Khaled bin Saqr, príncipe herdeiro até ser destituído em 2003.