Rússia aprova programa de privatização de US$ 60 bilhões

O  vice-primeiro-ministro da Rússia, Igor Chouvalov anunciou que a aprovação de um programa de privatização de 42 bilhões de euros (60 bilhões de dólares) que ocorrerá num período máximo de cinco anos.

No plano estão incluídos a privatização do grupo petroleiro Rosneft, o banco semiestatal Sberbank e outras empresas-chave da economia russa.

"Graças ao programa de privatizações, o governo poderá receber 1,8 bilhão de rublos (42 bilhões de euros)", declarou Chouvalov, citado pela agência Itar-Tass. "No total, a lista compreende um conjunto de 900 empresas", acrescentou.

O vice-primeiro-ministro afirmou ainda que esta lista, que compreende empresas consideradas estratégicas, deve ainda ser sancionada pelo presidente russo, Dmitri Medvedev.