Mineiros comemoram uma semana do resgate no Chile

       SANTIAGO - Os mineiros que ficaram soterrados por 69 dias na mina San José comemoraram, na madrugada desta quarta-feira, na cidade de Caldera, no Chile, o sucesso do resgate que completou uma semana. Participaram da cerimônia os prefeitos de Tierra Amarilla, Copiapó, Vallenar e Caldera. Os mineros Esteban Rojas, Claudio Yáñez, Mario Godoy y Claudio Acuña pediram suas mulheres em casamento e marcaram a data.

A chegada dos mineiros foi marcada pelo carinho do povo que lotou os arredores do recinto. Os trabalhadores tiveram que abrir espaço no meio da multidão que cercava o ônibus que os levou até o local, segundo a rádio Bio Bio.

Por outro lado, o mineiro Mario Sepúlveda fez um apelo aos empresários para que tratem de melhor forma os trabalhadores do setor mineiro. "Quero que (os empresários) sejam delicados e que nos tratem como grandes mineiros e trabalhadores do Chile", afirmou emocionado o segundo mineiro resgatado.

Segundo a Chilevisión, no meio da celebração, o empresário Leonardo Farkas perguntou aos mineiros se possuíam casa própria. Apenas dois dos 32 mineiros que foram ao centro Estação Cultural de Caldera para celebrar o êxito da Operação San Lorenzo responderam que não. O empresário anunciou, então, que presentearia cada um com uma casa.