Hugo Chávez reitera apoio ao programa nuclear iraniano

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, reiterou seu apoio ao desenvolvimento do programa nuclear do Irã, ao concluir visita de dois dias ao país.

Junto com o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, os líder venezuelano firmou acordos bilaterais nas áreas de gás e petróleo, além da construção de casas populares.

 

Nas conversas, Chávez e Ahmadinejad negociaram a criação de uma empresa de navegação conjunta para fortalecer a exportação e o transporte de petróleo bruto, como parte dos acordos de cooperação bilateral. A iniciativa já estava prevista em um memorado de entendimento.

 

É a nona visita de Chávez ao Irã desde 1999, quando assumiu o governo da Venezuela. De acordo com o governo venezuelano, no total, já foram assinados mais de 200 memorandos de entendimento e acordos de cooperação em diferentes setores entre os dois países. "Os mecanismos de cooperação entre a Venezuela e o Irã já têm sua própria vida. As relações entre a Venezuela e o Irã são fortes e profundas", disse Chávez.

A viagem até o Irã é parte de uma série de visitas do presidente venezuelano à Europa e à Ásia. Em dez dias, ele terá passado por sete países – a Rússia, Bielorrússia, Ucrânia e o Irã foram os primeiros pontos da viagem, que continuará pela Síria, Líbia e por Portugal.

O encontro entre os dois líderes mundiais ocorrre no momento em que o Irã é alvo de sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas e da comunidade internacional. Para a maioria dos países, o programa nuclear iraniano é suspeito de produzir armas atômicas secretamente, o que é negado pelas autoridades iranianas.