Peru: rio transborda em Cuzco e afeta mais de 500 pessoas

       LIMA - Mais de 500 pessoas já foram afetadas pelo transbordamento do Rio Chicón na região de Cuzco, no Peru. Em janeiro deste ano, fortes chuvas e deslizamentos de terra provocaram a retirada de cerca de 4 mil turistas – 68 deles brasileiros – do local, que abriga o sítio arqueológico de Machu Picchu.

De acordo com a agência argentina Telam, a região está sendo considerada de alto risco pelas autoridades peruanas. As chuvas são comuns no local nesta época do ano.

Até o momento, não há relatos de mortes, mas diversas casas e áreas de cultivo foram destruídas. O governo enviou equipes na tentativa de canalizar o rio e montou tendas para os desabrigados. As aulas foram suspensas em toda a região.