Chefe dos Estado-Maior dos EUA: Bin Laden terminará capturado ou morto

      WASHINGTON - O chefe da Al-Qaeda, Osama bin Laden, e o segundo em comando na rede, Ayman al-Zawahiri, acabarão sendo capturados ou mortos, assegurou nesta quinta-feira à CNN o almirante americano Michael Mullen, chefe do Estado-Maior conjunto. "Será certamente significativo se conseguirmos matar Bin Laden ou Zawahiri", afirmou o almirante.

"Estamos tentando conseguir isso. Acho que, num dado momento, isso acontecerá. E acho que será uma etapa muito importante na atual ofensiva', acrescentou. "A Al-Qaeda se viu debilitada de maneira significativa nos últimos dois ou três anos, mas de forma alguma se pode dizer que já não é perigosa".

Diariamente há disparos de aviões teleguiados americanos no Paquistão, nas zonas tribais do noroeste fronteiriço com o Paquistão, onde a rede opera e prepara atentados na Europa. Como represália, os talibãs atacam os caminhões de provisões das forças da Otan no Afeganistão.